top of page
  • andremaselli

Carteira de dividendos: como montar uma e aumentar seu patrimônio?


Impulsionar seu patrimônio envolve a utilização de estratégias adequadas para buscar resultados melhores e conseguir atingir seus objetivos. Nesse sentido, montar uma carteira de dividendos pode ser útil para aumentar seu capital.


Mas, antes de recorrer a essa alternativa, é preciso saber como construir um portfólio sólido e equilibrado. Assim, você poderá se beneficiar do aumento da segurança financeira que ter um patrimônio robusto pode trazer.


Neste artigo, você entenderá como os dividendos auxiliam no acúmulo de patrimônio e como montar uma carteira visando o recebimento desses proventos. Continue a leitura e confira!


Como os dividendos podem ajudar a aumentar o patrimônio?


Os dividendos são parte do lucro líquido de empresas listadas na bolsa de valores brasileira (B3), de determinados fundos de investimento e de certificados de depósito de valores mobiliários (BDRs). Esse tipo de provento é distribuído em dinheiro entre os investidores que têm direito ao benefício.


Os valores são pagos de maneira proporcional ao número de ações ou cotas que os investidores possuem. Ou seja, quem tem mais ativos na carteira recebe montantes mais elevados.


Toda empresa listada na B3 é obrigada a distribuir dividendos. No entanto, a porcentagem de lucro e a periodicidade do pagamento são definidas por cada companhia em seu estatuto social.


Já os fundos de investimento imobiliário têm exigência legal de distribuir, pelo menos, 95% do lucro a cada 6 meses. Os fundos de investimento em cadeias agroindustriais (Fiagros) também podem fazer esses pagamentos, embora não exista obrigatoriedade.


No caso dos BDRs, quando há distribuição de dividendos, eles podem ser dolarizados, embora o pagamento seja feito em reais. Porém, pode haver descontos nos pagamentos, dependendo da legislação do país de origem do investimento ligado ao certificado.


Além disso, os dividendos são isentos de Imposto de Renda para pessoa física quando distribuídos por ações e fundos de investimento (se cumpridos alguns requisitos). Quando eles são gerados por BDRs, no entanto, o montante é tributado com alíquotas progressivas, de acordo com a quantia recebida pelo investidor.


Por serem pagamentos que podem acontecer com certa frequência, montar uma carteira de investimentos com foco em receber dividendos tende a ajudar a aumentar o seu patrimônio ao gerar renda passiva.


Como funciona uma carteira de dividendos?


Sabendo a importância dos dividendos para o acúmulo de patrimônio e como eles são distribuídos, é hora de entender como funciona uma carteira com esse foco. Esse portfólio prioriza ações de empresas, BDRs e cotas de fundos que sejam considerados bons pagadores desses proventos.


Para tanto, é essencial investir em companhias, certificados e fundos com maiores chances de obter lucros. Afinal, essa é a condição para que eles consigam distribuir dividendos entre os investidores.


Ou seja, se uma empresa tiver prejuízos em determinado período, por exemplo, a distribuição de dividendos pode ficar suspensa. Logo, antes de fazer seus aportes, você deve analisar fatores como a capacidade de gerar receitas e a saúde financeira da companhia ou fundo.


Como investir com foco em dividendos?


Se você ficou interessado em investir com foco em dividendos, precisa saber como compor sua carteira com ativos que sejam bons pagadores desses proventos.

Acompanhe as dicas a seguir!


Defina seu perfil e objetivos


O primeiro passo para investir com foco em dividendos é definir o seu perfil de investidor e objetivos financeiros, com os respectivos prazos. Essa avaliação ajuda a determinar a composição de um portfólio que permita alcançar cada meta no período proposto e respeitando a sua tolerância ao risco.


Faça uma análise fundamentalista


Como você viu, é preciso identificar os investimentos com maiores chances de distribuir dividendos. Uma das maneiras de fazer isso é com a análise fundamentalista. Essa avaliação permite entender como estão fatores como gestão, finanças e perspectivas da empresa, dos ativos que dão lastro ao BDR ou o fundo.


Nesse sentido, é válido analisar o histórico de pagamentos de dividendos — embora rendimentos passados não sejam garantia de retorno futuro. Para tanto, você pode considerar indicadores como dividend yield (DY) e dividend payout (DP) na sua análise.


Diversifique a carteira de investimentos


No momento de montar a sua carteira de dividendos, lembre-se de que diversificar os investimentos pode aumentar as suas chances de receber esse provento. A estratégia consiste em investir em alternativas diversas que façam esse pagamento e que tenham exposição a riscos distintos.


Desse modo, você não dependerá apenas de uma empresa ou fundo para obter os dividendos. Afinal, se todo o seu capital estiver investido em uma única companhia, por exemplo, e ela não obtiver lucros no período, toda a renda passiva será afetada.


Por outro lado, se você tem uma carteira de investimentos diversificada, as chances de não receber os proventos são menores. Quando uma ação não proporciona o pagamento, por exemplo, outros ativos ainda podem ter a distribuição.


Consulte carteiras recomendadas


Fazer uma boa análise fundamentalista exige conhecimento e tempo disponível. Mas se você não consegue manter a dedicação necessária a essa avaliação, é possível recorrer às carteiras recomendadas.


Esses portfólios são montados por profissionais certificados. Eles analisam a situação do mercado e da economia para selecionar os ativos mais adequados aos objetivos propostos. Por exemplo, existem carteiras recomendadas focadas no pagamento de dividendos.


As recomendações também são acompanhadas de um relatório que justifica todas as decisões tomadas pelos analistas. Dessa forma, você pode conferir as recomendações e avaliar se elas fazem sentido para a sua carteira.


A partir desse portfólio, você pode investir nas empresas e fundos respeitando as proporções indicadas. Além disso, é preciso se manter atualizado para fazer as modificações necessárias ao longo do tempo.


Conte com uma assessoria de investimentos


Receber o suporte de uma assessoria de investimentos pode facilitar a jornada rumo aos seus objetivos de aumentar o seu patrimônio. Com o auxílio de profissionais do mercado financeiro, você esclarecerá dúvidas e aprenderá sobre as diferentes oportunidades para investir.


Ao ajudar na construção do seu conhecimento sobre o mercado financeiro, a assessoria contribuirá para você montar um portfólio mais alinhado às suas necessidades e expectativas. Essa é uma opção para tomar decisões mais embasadas, sem perder a autonomia.


Qual é a importância de reinvestir os dividendos recebidos?


Ao compor a sua carteira e começar a receber o montante referente aos dividendos, que é depositado na sua conta de investimentos, você é livre para utilizar o dinheiro como preferir. Para quem deseja aumentar o patrimônio, uma boa estratégia é reinvestir os dividendos recebidos.


Isso significa utilizar o dinheiro para comprar mais ações, BDRs ou cotas de fundos para impulsionar seus ganhos. Sempre que você repete o processo, sua posição aumenta e você poderá receber mais proventos na próxima rodada de pagamentos.


Esse processo tem funcionamento semelhante ao dos juros compostos, que ajudam a obter ganhos exponenciais ao longo do tempo. Então essa estratégia tende a acelerar o seu acúmulo de resultados.


Agora você sabe como montar uma carteira de dividendos sólida para aumentar seu patrimônio e buscar resultados ainda melhores nos investimentos. Aproveite as informações para fazer escolhas informadas e alavancar seu capital.


Se você precisa de apoio para analisar os ativos para compor o seu portfólio, entre em contato conosco e converse com um assessor de investimentos!

51 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page