top of page
  • Foto do escritorRaul Shalders

O que são fundos de inflação e quando considerar o investimento?

fundos de inflação

Ao investir o seu dinheiro no mercado financeiro, é essencial que você saiba como se proteger da inflação. Isso porque esse fenômeno econômico relacionado ao aumento contínuo e generalizado dos preços afeta diretamente os resultados dos seus investimentos.


Nesse contexto, é válido saber que existem alguns investimentos específicos que podem contribuir para esse objetivo, como os fundos de inflação. Porém, mais que apenas investir nessa modalidade, é importante compreender como ela funciona.


Portanto, se você quer entender melhor o que são fundos de inflação, como eles funcionam e quais as suas vantagens, não deixe de conferir as informações deste post até o final!


O que são e como funcionam os fundos de inflação?


Os fundos de inflação são investimentos cuja estratégia é acompanhar ou superar a inflação. Para tanto, o seu desempenho costuma ser atrelado ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é o índice oficial de inflação no Brasil.


Na prática, os fundos de inflação, assim como outros fundos de investimento, são uma modalidade coletiva. A participação dos investidores depende da aquisição de cotas e um gestor profissional é responsável por tomar as decisões de investimentos.


Esse gestor, com base nas estratégias e políticas do fundo, realiza operações no mercado financeiro com o patrimônio do fundo. O foco, como você viu, é acompanhar ou superar a inflação.


Quais as vantagens de investir nessa modalidade de investimento?


Existem diversas vantagens de investir em fundos de inflação. A principal é que essa modalidade ajuda a garantir que o seu dinheiro não perca valor ou poder de compra com o passar do tempo.


Além desse benefício, esse tipo de investimento pode contribuir para a diversificação do seu portfólio, reduzindo riscos e potencializando ganhos. Ainda, vale destacar que, ao destinar recursos a essa modalidade, você conta com o trabalho de um gestor profissional.


Quando investir em fundos de inflação?


Agora que você já conhece melhor os fundos de inflação, vale a pena entender quando recorrer a eles. Em geral, há uma procura maior pelo investimento em fundos de inflação é quando os preços estão em um período de alta na economia. Nessa situação, tende a ser mais difícil obter um ganho real com os investimentos.


Para entender essa questão na prática, imagine que você tenha investido em um CDB (certificado de depósito bancário), cuja rentabilidade anual foi de 7,5%. Em um primeiro momento, esse retorno pode parecer interessante.


Porém, se a inflação do período tiver sido de, por exemplo, 9,00%, o seu investimento não gerou um ganho real. Embora o dinheiro aplicado tenha valorizado 7,5%, a performance não foi suficiente para superar a inflação. Assim, o seu capital acabou perdendo poder de compra.


Logo, é interessante investir em fundos de inflação quando o IPCA está mais elevado ou, ainda, quando você deseja manter o valor do seu dinheiro. Em vez de ter que investir em cada título individualmente, você consegue se expor a diversas aplicações com a compra de cotas.


Os fundos de inflação podem ser interessantes para investidores que desejam proteger seu patrimônio contra os efeitos desse fenômeno. Para tanto, é necessário escolher fundos adequados ao seu perfil, seus objetivos e cuja estratégia faça sentido para a sua carteira.


Quer auxílio para investir nas diferentes alternativas do mercado financeiro? Conte com o suporte de nossa assessoria. Entre em contato conosco!

Comments


bottom of page